Capitão América – Soldado Invernal [Projeto Marvel #4]

Dando continuidade ao “Projeto Marvel – Da Queda até O Cerco” hoje falaremos sobre Capitão América – O Soldado Invernal. Essa história também saiu em um deluxe homônimo da Panini, mas como eu já tinha dito no review de Tempo Esgotado, aqui falarei sobre a edição da Salvat. Nesse encadernado temos as edições 8-9 e 11-14 de Captain America (vol 5). A edição número 10 foi “cortada” tanto pela Panini quanto Salvat, pois era apenas um interlúdio que nada tinha a ver com a saga principal.

[Prólogo] Galera, essa HQ é continuação direta de Tempo Esgotado, portanto é de lá que sairá o Prólogo. O General Lukin, antigo oficial da URSS, tem como comandado um assassino profissional e o usa para matar o Caveira Vermelha e tomar posse do Cubo Cósmico. Após descobrir que os planos do Caveira envolviam bombas em diversas partes do mundo, Capitão América começa a limpar toda a sujeira. Enquanto isso, aproveitando o pouco tempo que tem sem ser importunado pelo herói, Lukin rouba uma arma de destruição em massa da IMA. Essa arma é detonada, matando centenas de civis e dando a energia necessária para o cubo cósmico se regenerar. No fim de toda confusão, Sharon diz a Steve que o assassino misterioso controlado por Lukin é Bucky Barnes.

[A História] Ed Brubaker conseguiu me passar a seguinte impressão sobre o Capitão América nessa parte da história: Ele sabe, no fundo, que o assassino é Bucky Barnes, porém se recusa a acreditar. Com o desenrolar da história ele acaba aceitando o fato e passa a buscar formas de entender e justificar as atrocidades que o antigo amigo cometeu ao lado do inimigo.

Nesse ínterim nos é mostrado como que Bucky foi parar do lado dos soviéticos. Após ser atingido pela explosão da bomba do Barão Zemo, o parceiro do CA caiu no oceano e foi resgatado por um submarino soviético comandado por Karpov, um oficial da URSS. Apesar de não ter o soro do super-soldado, ele teve a memória apagada e um braço mecânico implantado para servir de arma à Mãe Rússia. Por anos ele foi usado como assassino profissional: matava seus alvos e voltava a ser congelado e ter a memória apagada. Segundo um relatório que foi parar na posse do Capitão, Bucky aparentava ainda ter um resquício de sua humanidade em algumas missões. Por fim, décadas atrás, o programa soldado invernal acabou e ele foi mantido em estase por tempo indeterminado após ser armazenado em local sigiloso.

De volta ao presente, o General Lukin (que era protegido de Karpov) não se conforma com o fim do Socialismo na Rússia e se torna um desertor. Para tentar montar um novo império vermelho, antes de fugir ele rouba informações e armas, incluindo a Localização do projeto Soldado Invernal. E essa é a história de Bucky Barnes até aqui.

Bom, como havíamos dito, Lukin agora tem a posse da arma cósmica e começa a usá-la para seus propósitos. Em uma reunião com alto-executivos de corporações multinacionais, o General mostra o poder do cubo ao fazer todos assinarem a venda de suas empresas para a Kronas. Porém ele começa a perceber que o poder que possui traz consequências e seu comportamento se torna diferente. Em um episódio de fúria ele ataca e quase mata seu amigo… Foi o estopim para ele decidir armazenar o Cubo Cósmico e não mais usá-lo. Para essa missão ele usa o Soldado Invernal.

Agora começa uma corrida contra o tempo. O Capitão, com a ajuda do Homem-de-Ferro e do Falcão, descobre onde Lukin guardará o Cubo e tem que deter Bucky antes que ele chegue ao cofre impenetrável. Para a missão ele conta também com a ajuda da Agente 13 e uma equipe de assalto da SHIELD.

No local, começa uma luta entre o Capitão e o Soldado Invernal. Aqui temos uma cena parecida com a do filme: Steve tenta ativar a memória de Bucky e, corajosamente, para de lutar e diz que seu antigo parceiro pode matá-lo caso não se lembre de nada. O assassino atira, mas esse ato já era esperado e o herói consegue tomar posse do cubo.

Tendo o poder de realizar seus desejos, o Capitão América faz com que a memória de Barnes volte. Porém, quase enlouquecendo, Bucky consegue tomar o Cubo Cósmico e desaparece da frente de todos, reaparecendo na antiga base militar na qual morava.

Encerrando o encadernado, temos uma cena que com certeza trará consequências futuras para o Sentinela da Liberdade. Pouco antes de morrer e usando o poder do Cubo Cósmico, o Caveira Vermelha conseguiu transferir sua mente para o corpo de Lukin, porém não totalmente. Os dois vilões agora habitam o mesmo corpo.

Ah, e por falar em futuro da trama, vale mencionar que no meio desse encadernado aparece o Ossos Cruzados (então, capanga do Caveira) resgatando a filha do vilão nazista de uma prisão.

[Conclusão] Galera, esse foi o início de uma das melhores fases do Capitão América de todos os tempos. Vale muito a pena ler. Aproveitem enquanto ainda é possível encontrar em alguns lugares.

E se preparem fãs dos mutantes que o próximo review do projeto será dos Surpreendentes X-Men!

Um abraço!!!

Opine!

Your email address will not be published.